“— E eu vi uma garota… uma garota com olhos negros e cabelo de pedra preciosa e… tristeza. Tinha uma tristeza que era tão profunda, mas que também podia se iluminar num segundo, e quando vi seu sorriso me perguntei como seria fazê-la sorrir. Pensei… Pensei que seria como a descoberta do sorriso. Ela estava ligada ao inimigo e, embora a única coisa que eu quisesse fazer fosse olhar para ela, fiz o que fui treinado e eu… a machuquei. E, quando fui para casa, não conseguia parar de pensar em você e fiquei muito feliz por você ter se defendido. Por não ter deixado que eu a matasse."
feita de fumaça e osso; laini taylor
blog navigate
submit estantes autores gêneros resenhas livros mais

[…] Meu sorriso, apesar de até certo ponto insano, não é forçado. […]

Jogos Vorazes - Em Chamas; página 87.